quarta-feira, 25 de agosto de 2010

MEU FILHO RECLAMA DE DORES NAS PERNAS NO FINAL DO DIA. PODE SER DOR DO CRESCIMENTO?

A “dor do crescimento” trata-se de uma disfunção que acomete crianças e adolescentes entre três e 15 anos e varia de intensidade e frequência dependendo de cada caso. Essas dores estão presentes nos membros inferiores (pés e pernas) e podem estar associadas a uma jornada de grande atividade física, o que explica a incidência no final do dia.
Aproximadamente 25% das crianças que procuram o reumatologista ou o ortopedista pediátrico têm dores nas pernas, quando essas dores não estão relacionadas a trauma, em uma criança absolutamente normal, saudável e ativa, com episódios repetitivos elas muitas vezes podem ser as chamadas “dores do crescimento”. 

Essas crises características em crianças de 3 a 6 anos de idade podem ser diárias ou esporádicas, podendo estar presentes por longos períodos antes de desaparecerem. 

Em geral, a dor é bilateral, descrita pela criança como profunda, intensa e principalmente no final do dia ou à noite. Uma história típica é a da criança que vai dormir bem e acorda chorando com dor, solicitando a presença da mãe, que com massagens locais aliviam a dor. A criança volta a dormir e acorda bem no dia seguinte, reassumindo suas atividades normais. 

Um sinal importante para afastarmos outras patologias é que não ocorre sinais de "inflamação" articular: junta inchada, vermelha e quente. Costuma acometer meninos e meninas em proporções parecidas. 

Causas
Essa entidade não tem ainda causa conhecida. Na verdade não existe consenso entre os pesquisadores nem sobre o termo "Dores do crescimento". Na verdade, não se verificou qualquer relação desse quadro com o ganho de estatura, que ocorre de maneira muito lenta para provocar dor.

Existem muitas tentativas de explicar a causa. Uma das teorias é quanto ao desequilíbrio de crescimento de ossos, tendões e músculos, fadiga muscular ou mesmo atividades de impacto provocando dores próximas às áreas de crescimento. 

É muito comum encontrarmos distúrbios emocionais ou simplesmente uma situação de crise própria da idade (nascimento de um irmão, ingresso na escola, mãe que começa a trabalhar). 

Também se viu que essas crianças são, em geral, filhas de pais que também tiveram quadros semelhantes durante a infância e nas próprias crianças são encontradas outras situações de dor crônica como dor de cabeça ou dor abdominal, ou seja, parece haver uma combinação de fatores emocionais associados a uma " tendência" a dor crônica. 


Tratamento
A primeira coisa a ser feita é a exclusão de outras possibilidades diagnósticas, principalmente doenças reumatológicas, hematológicas e endocrinológicas, o que é feito durante a consulta e através da avaliação laboratorial. 

Depois de confirmado o diagnóstico, é fundamental que se tranqüilize a família, já que se trata de uma patologia benigna e auto limitada, que não trará seqüelas e limitações e que não terá impacto no crescimento da criança.

           Durante as crises,
mantém-se a conduta de usar analgésicos, 
massagens e calor. 

Não há indicação para limitar a criança em qualquer aspecto: alimentação e atividades físicas estão liberadas e devem, inclusive, ser estimuladas. Devemos retirar o rótulo de "criança doente" e que a família passe a administrar as crises dentro de uma atmosfera de tranqüilidade para a criança.

           Concluindo podemos dizer que as dores do crescimento são um diagnóstico de exclusão e que a criança com esta suspeita deve ser adequadamente avaliada pelo ortopedista pediátrico e reumatologista infantil.
fonte: mbcomunicação

19 comentários:

  1. oi tudo bem,]
    tenho uma filha de tres anos e já estou ficando preocupada ,pois ela sente muita dor nas pernas , já levei ao médico ele me disse que e dor do crescimento , mas observando reparei que quando esfria ela entem mas, dor. Será que preciso levar ela em um reumatlogista?

    ResponderExcluir
  2. Ana Paula Simonetti
    É muito conveniente consultar um reumatologista.
    A reumatologia é uma parte da medicina que se refere às doenças reumáticas, é uma especialidade da medicina interna que está estreitamente relacionada com a imunologia, radiologia, ortopedia e fisioterapia.
    Existem mais de 100 doenças reumáticas.

    De forma geral as doenças reumáticas começam pela interação entre fatores complexos de predisposição genética com fatores ambientais como as infecções e traumatismos.A patogenia ou como se originam as doenças, estuda as mudanças no tecido conectivo, mudanças na imunidade, inflamação, depósito de cristais entre outros.

    Atenciosamente

    Roberto Quintana e equipe

    ResponderExcluir
  3. OLá, como o tempinho esfriou, lembrei-me de pesquisar sobre dor nas pernas e achei esse blog. Tenho essas dores do crescimento desde os 7 anos de idade e pode parecer brincadeira, mas tenho-as até hoje com 32 anos. Percebi que essa dor surge ou aumenta com o frio, com a menstruação, não somente o clima frio, mas na água ou chão frios, onde o contato seja através dos pés descalços, pois dentro de uma piscina com a água mais fria que o corpo, não percebo a dor. A dor fica localizada nos pés e na perna, porém não chega e nem passa do joelho para as coxas. Acho muito estranho e não sei qual profissional procurar, já me disseram ser reumatismo, mas ainda não consegui ligar os sintomas pelo que li sobre reumatismo. Obrigada se puder responder. Giselly

    ResponderExcluir
  4. Giselly

    " não sei qual profissional procurar ".

    A melhor opção da especialidade médica a ser procurada poderá ser um ortopedista ou reumatologista.

    Atenciosamente
    Roberto Quintana e equipe

    ResponderExcluir
  5. Tenho uma filha de 4 anos e sente muitas dores nas pernas geralmente mais a noite. So que nps joelhos aparece manchas escuras,ja levei no pedriata e no ortopedista e ele falam que e "Dor de crescimento" sem fazem nenhum exame.o que devo fazer.
    Kelma

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verifique melhor, pois as manchas também podem indicar outras doenças como Lúpus ou Leucemia. Sempre é bom consultar outro profissional médico e lhe pedir outros exames. A nosso medicina não é preventiva,
      e como somos cobaias na maioria das vezes, temos que trabalhar com, no mínimo, todas as doenças familiares. No meu caso foi descoberto quando já estava em estado crítico e era apenas hipertireoidismo.

      Excluir
  6. É importante a confirmação diagnóstica, depois de confirmado o diagnóstico, é fundamental que se tranqüilize a criança, já que se trata de uma patologia benigna e auto limitada, que não trará seqüelas e limitações.

    Tente a reumatologia.

    Atenciosamente
    Roberto Quintana e equipe

    ResponderExcluir
  7. Sinto dores nas pernas desde o 5 anos de idade estou com 17 e minhas pernas ainda dói

    Nesse exato momento estou sentindo dor

    Sabrina

    ResponderExcluir
  8. tenho 14 anos e estou com muita dor na panturrilha isso é normal?

    ResponderExcluir
  9. A panturrilha é um músculo localizado na parte de trás da perna inferior.

    Este é formado por dois músculos, o gastrocnêmio e o sóleo. Este músculo tem uma função importantíssima que é bombear o sangue de volta ao coração.

    Cerca de 70% do sangue situa-se nos membros inferiores na posição de repouso.

    As dores nos músculos da panturrilha poderão acontecer num curto período de tempo e são curáveis.

    Mas são várias as causas das dores musculares da panturrilha, algumas dessas causas poderão estar relacionadas com lesões esportivas, à falta de minerais, devido ao frio, má circulação sanguínea ou à fadiga.

    O tratamento das dores musculares da panturrilha depende da gravidade da lesão muscular.

    Para evitar as dores musculares na panturrilha, deve-se fazer regularmente exercício físico nessa região. Isto faz com que esta musculatura fique mais forte e preparada para qualquer esforço súbito.


    Se o inchaço e as dores persistirem, deve-se consultar um médico especialista, para um tratamento apropriado para a sua lesão específica.

    Atenciosamente

    Roberto Quintana e equipe.


    ResponderExcluir
  10. Bom dia Roberto, meu filho essa noite acordou com dores nas pernas e nos pés, ele falou que tinha sentido as dores na escola, fiquei muito preocupada, esse sintoma pode ser de anemia que ele tem um pouco ou é a dor do crescimento. me responda por favor. Vanessa

    ResponderExcluir
  11. Olá sou thatyane,tenho um filho de 3 anos e já teve crises de dores nas pernas ela diz que uma das panturrilhas doe muito e cai ao chão e não consegue levanta o Qu devo fazer?obs:ele também sente dor de cabeça e isso depois Que
    viajei.

    ResponderExcluir
  12. Olá sou thatyane,tenho um filho de 3 anos e já teve crises de dores nas pernas ela diz que uma das panturrilhas doe muito e cai ao chão e não consegue levanta o Qu devo fazer?obs:ele também sente dor de cabeça e isso depois Que
    viajei.

    ResponderExcluir
  13. Minha filha de 5 anos sente dores nas articulações de manhã quando acorda ela anda muito com as pontas dos pés estou muito preocupada oque pode ser??

    ResponderExcluir
  14. Minha filha de 5 anos sente dores nas articulações de manhã quando acorda ela anda muito com as pontas dos pés estou muito preocupada oque pode ser??

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. Minha filha de 5 anos sente dores nas articulações de manhã quando acorda ela anda muito com as pontas dos pés estou muito preocupada oque pode ser??

    ResponderExcluir
  17. Ola bom dia meu filho sente muitas dores nos pés e pernas ele tem 9 anos e isso já vem acontecendo já faz alguns meses e estou muito preocupada.oque pode ser?

    ResponderExcluir