sábado, 27 de março de 2010

DOR NA SOLA DO PÉ : PODE SER ESPORÃO CALCÂNEO


O esporão do calcanhar é um crescimento ósseo no osso do calcanhar (calcâneo).

Pode-se formar quando a fascia plantar, tecido conjuntivo que se estende desde o osso do calcanhar até à base dos dedos, traciona sobre o calcanhar.

Em geral, o esporão é doloroso enquanto se forma, mas a dor diminui à medida que o pé se ajusta a ele. A maior parte dos esporões podem ser tratados sem intervenção cirúrgica.

Os esporões do calcanhar (ou do calcâneo) são excrescências ósseas no calcanhar que podem ser consequência de uma tensão excessiva do osso do calcanhar por parte dos tendões ou da fascia (o tecido conjuntivo que adere ao osso).


A dor na parte inferior do calcanhar pode ser causada por um esporão. 

O pé chato (uma forma anormal da planta e do arco do pé) e as perturbações do tendão do calcanhar  podem esticar excessivamente a fáscia, aumentando o risco do crescimento de esporões.
Os esporões do calcanhar são quase sempre dolorosos enquanto se desenvolvem, especialmente quando a pessoa caminha. 

Frequentemente, desenvolve-se uma pequena acumulação de líquido (bolsa) por baixo do esporão, a qual se inflama. Esta situação chama-se  bursite calcânea inferior e geralmente a dor é pulsátil.

Muitas vezes o pé adapta-se ao esporão diminuindo a dor à medida que o esporão cresce. 

Por outro lado, um esporão indolor pode transformar-se em doloroso em consequência de uma pequena lesão na região,  é  muito comum isto  acontecer durante o exercício.
Habitualmente, os esporões costumam ser diagnosticados durante o exame físico. A pressão sobre o centro do calcanhar causa dor se o esporão estiver presente. 

Podem-se fazer radiografias para confirmar o diagnóstico, mas estas podem não detectar os esporões em formação.
O tratamento tem como objetivo aliviar a dor. Uma mistura de corticosteróides com um anestésico local pode ser injetada dentro da zona dolorida do calcanhar.

O uso de  palmilhas para o calçado  que ajudam a estabilizar o calcanhar, podem minimizar o estiramento da fascia e reduzir a dor. 

A maior parte dos esporões dolorosos resolvem-se sem intervenções cirúrgicas.


Só se deve realizar uma intervenção cirúrgica
para extrair o esporão quando a dor for  constante e estiver  dificultando a marcha.


VEJA TAMBÉM MATÉRIA PUBLICADA NESTE BLOG
EM 12 SET 2009
ESPORÃO DE CALCÂNEO


18 comentários:

  1. Eu tenho esporão, no meu pé direito, estou preucupado por que gosto de bater uma bolinha, e já estou tomando medicamentos para poder tratala, gostaria de saber se vou poder praticar novamente esportes como tal, depois que mim recuperar desse esporão, e qual o perigo se eu mesmo em tratamento praticar tal esporte, e qual o meio ideal de si curar dessa imflamação.

    ResponderExcluir
  2. Fadinilson

    Quem teve ou tem fascite plantar sabe o quanto essa dor na sola do pé incomoda e prejudica a qualidade de vida.

    Infelizmente o tratamento para a fascite plantar não é simples e nem rápido.

    Muitas vezes são necessários meses e diversas formas de terapia:

    medicamentos,
    fisioterapia, (gelo, calor, estimulação elétrica,, alongamentos,etc...)
    repouso,.

    Até que possa se chegar a resultados que permitam retornar as atividades cotidianas ou a prática de esportes.

    O uso adequado de um calçado com sistema de amortecimento é sempre de grande ajuda e o uso de palmilhas siliconadas ou calcanheiras também ajudam a diminuir a dor e controle desta situação.

    O importante é tomar muito cuidado com os impactos para não inflamar a região.

    Um abraço Fadinilson

    Roberto Quintana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Suas informações muito me ajudaram. Estou com estes sintomas , são dores horríveis.Através destas informações sei o que fazer para acabar com esta situação. Deus continue te dando sabedoria para cumprir sua missão. Abraço.

      Excluir
  3. Fadinilson veja também matéria publicada neste blog sobre dor na sola dos pés:

    -- ESPORÃO CALCÂNEO
    editada em 12 de set 2009

    e

    -- DOR NA SOLA DOS PÉS(FASCEÍTE PLANTAR)
    editada em 13 de dez 2009

    Obrigado

    ResponderExcluir
  4. O tratamento adequado do esporão calcâneo é determinar a razão do estiramento da fáscia plantar. Se o problema estiver na pronação (pés chatos), uma palmilha personalizada (http://tinyurl.com/26hfopx)com apoio no arco longitudinal e com suporte na parte posterior do pé é uma maneira eficaz para reduzir a pressão no arco, aliviando a dor.

    Outros tratamentos comuns incluem alongamentos, perda de peso, uso de calçados com bom amortecimento no calcanhar e elevação do calcanhar com o uso de uma base ou palmilha para o calcanhar. Esses tratamentos amortizam o choque e reduzem a pressão durante as atividades cotidianas.

    Se o problema persistir, é aconselhável consultar um ortopedista.

    abs,
    Bruna

    ResponderExcluir
  5. Há pouco tempo comecei com esse problema e já comprei calcanheira de silicone. Queria saber se andar de calçado rasteiro, como chinelos e havaianas(em casa), podem piorar o problema.Afinal: gelo ou calor ?
    Obrigada a quem me responder>

    Lucia (Brasiia)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SEI QUE POR TRABALHAR MUITO EM PÉ FAZ MAL,USAR CHINELO HAVAIANA É PREJUDICIAL. TAMBÉM GOSTO DE JOGAR FUTEBOL E ESTOU MUITO PREOCUPADO. JÁ FIZ ATÉ INFILTRAÇÃO. AGORA VOU PARTIR PARA FISIOTERAPIA.

      Excluir
    2. Olá lúcia, também sofro desse mal, em casa uso aquelas havaianas que tem o solado mais alto ou a dupé que tem o solado com gel na traseira.

      Excluir
    3. Eu também tenho esporão e não posso mais usar rasteirinhas, nem mesmo Havaianas.Sapatilha, nem pensar!Comprei um chinelo ótimo da Dijean.Ele é meio alto e alivia bastante a dor.

      Excluir
  6. Sim a utilização de calçados rasteiros podem dificultar o problema visto que o impacto na região é muito maior.

    O uso de Gelo (crioterapia) é recomendado às lesões agudas, recentes.

    A água quente (termoterapia) é recomendada às lesões crônicas, antigas e reincidentes.

    O gelo é analgésico e anti-inflamatório.

    O calor normalmente incomoda a maioria dos pacientes de Fasceíte plantar, apesar de ser o recomendado. O gelo pode ser mais eficiente. O procedimento é aplicar o gelo até não sentir a sola do pé, cuidando para prevenir queimaduras de frio.


    Atenciosamente

    Roberto Quintana e equipe

    ResponderExcluir
  7. Gostaria de saber quanto tempo tenho que ficar com o gelo nos pés,pos descobri ontem que tenho este esporão doe muito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O uso da crioterapia(gelo) seria MAIS interessante no final do tratamento para evitar a possível exacerbação do quadro inflamatório que os exercícios poderiam causar, além do efeito analgésico.

      Na verdade, O termo crioterapia significa, literalmente, "terapia pelo frio". Qualquer tipo de uso do gelo ou de outras aplicações do frio com objetivos terapêuticos é, dessa forma, crioterapia.

      Em outras palavras, crioterapia é a aplicação terapêutica de qualquer substância ao corpo, resultando numa retirada do calor corporal e, por meio disso, rebaixando a temperatura tecidual.

      O autor "Knight" define crioterapia como "terapia com frio" a aplicação terapêutica de qualquer substância ao corpo que resulte em remoção do calor corporal, diminuindo, assim a temperatura dos tecidos.

      Ela abrange uma grande quantidade de técnicas específicas que utiliza o frio na forma, liquida (água), sólida (gelo) e gasosa (gases) com o propósito terapêutico de retirar o calor do corpo industralizado a um estado de hipotermia, para favorecer uma redução da taxa metabólica local, promovendo uma diminuição das necessidades de oxigênio pela célula.

      Os efeitos fisiológicos ocasionados pelo uso da crioterapia são: anestesia,
      redução da dor,
      redução do espasmo muscular,
      estimula o relaxamento,
      permite a mobilização precoce,
      melhora a amplitude de movimento,
      estimula a rigidez articular,
      redução do metabolismo,
      redução da inflamação,
      redução da circulação,
      redução do edema,
      quebra do ciclo dor-espasmo-dor.

      A escolha correta do método de aplicação deve ser baseada, principalmente, de acordo com a área a ser tratada.

      O TEMPO DE APLICAÇÃO VARIA TANTO EM RELAÇÃO AO MÉTODO UTILIZADO COMO A ÁREA, ISTO É, UMA ARTICULAÇÃO QUE APRESENTA MENOR ESPESSURA DE TECIDO ADIPOSO(GORDURA), O TEMPO NECESSÁRIO PARA ATINGIR O RESFRIAMENTO É MENOR DO QUE EM UMA OUTRA ÁREA QUE POSSUI UMA QUANTIDADE MAIOR DE TECIDO ADIIPOSO.

      O TEMPO DE APLICAÇÃO DO GELO DEPENDE DA DENSIDADE CORPORAL (obesos, hipertróficos) E DA PROFUNDIDADE DA LESÃO.
      DURANTE APROXIMADAMENTE OS PRIMEIROS 5 MINUTOS DE APLICAÇÃO, PODE HAVERS SENSAÇÃO DOLOROSA, MAS LOGO CESSA.

      Freqüentemente a pele sob o agente resfriador irá ficar vermelha. Isso pode ocorrer por uma das duas razões. Primeiro, o O2 não se dissocia tão livremente da hemoglobina a baixas temperaturas, portanto, o sangue, passando através do sistema venoso, está altamente oxigenado, dando uma cor mais vermelha à pele. Seguindo depois de 10 a 15 min. da utilização da crioterapia, ao se mover o estímulo frio, uma "hiperemia" pode ocorrer, trazendo maior quantidade de sangue para o local.

      É sempre aconselhável o acompanhamento feito por um profissional.

      Atenciosamente

      Roberto Quintana e equipe

      Excluir
  8. EU NÃO AGUENTO MAIS DE TANTA DOR NO MEU PÉ DIREITO, TEM HORA QUE PARECE QUE NÃO VOU SUPORTAR ESSE ESPORÃO INFELIZ, O QUE EU FAÇO PARA COMBATER ISSO?

    ResponderExcluir
  9. Lindinalva
    A primeira coisa a fazer será visitar um médico ou um especialista para que a examine e confirme o diagnóstico sobre como remover um esporão.

    Um dos tratamentos mais comuns dos esporões é o uso de palmilhas ortopédicas, que ajudam a diminuir a dor e a corrigir a calcificação óssea.

    Ainda assim, será muito importante que reduza as atividades que supõem um esforço extra do pé e pressão no calcanhar, e consequentemente, no esporão.

    Para reduzir a inflamação e a dor, pode colocar gelo no esporão. Mas nunca o deverá fazer diretamente sobre a pele, deve cobrir a bolsa de gelo com um pano ou gaze antes de aplicar sobre a zona afetada.

    Fazer alongamentos também ajudará no tratamento do esporão, para assim reduzir e eliminar a dor.

    Outra boa opção para tratar os esporões são as talas noturnas para alongar a fáscia*, com as quais pode manter o pé estendido.

    fáscia: tecido conjuntivo que envolve músculos, grupos musculares, vasos sanguíneos e nervos. É constituída por fibras de colágeno produzidas no interior da própria fáscia através de celulas chamadas de fibroblastos.

    Atenciosamente
    Roberto Quintana e equipe


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada ! estas informações me ajudaram também. Estou mais tranquila..vou agir. Deus te abençoe!

      Excluir
  10. Ocorre a chance de se ter esporão nos dois pés??
    Uma vez por ano eles atacam meus calcanhares, sempre em Fevereiro..rsrs

    ResponderExcluir
  11. Sim é possível ocorrer esporões bilaterais.
    Veja este estudo de caso com esporões bilaterais:

    http://podologico.blogspot.com.br/2012/09/esporao-de-calcaneo-plantar-e-posterior.html

    Atenciosamente

    Roberto Quintana e equipe

    ResponderExcluir
  12. Olá sinto dores em tres partes do meu pé, entre o calcanhar e o meio do pé, isso pode ser esporão? e o que devo fazer?

    ResponderExcluir