sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

QUAL A DIFERENÇA ENTRE PÉ CAVO E PÉ CHATO ?

PÉ CAVO E PÉ CHATO
 DESCUBRA A DIFERENÇA 
ENTRE OS TIPOS DE PISADA

Saiba como se prevenir de lesões. Iniciantes precisam estar preparados e cientes do formato dos pés antes de colocar um tênis e ir para as ruas
Pé cavo e pé chato, uma diferença que pode mudar a vida de um corredor. Muitos iniciantes acham que basta colocar um tênis e sair correndo, mas é preciso ter bastante cuidado. Vale realizar uma análise do pé antes de começar a praticar a sua atividade física.

O pé cavo é aquele que possui o arco bem acentuado e curvo. Já o pé chato, toca quase que por inteiro o chão, com um formato plano. São simples detalhes que podem gerar lesões, caso o corredor não use o calçado correto ou não saiba como pisar durante o exercicío.

Causas
A maioria dos casos estão ligados à hereditariedade. Cabe ao corredor que possui um histórico na família tomar os cuidados necessários para não sofrer nenhum tipo de lesão. Os problemas só surgem quando acontece uma sobrecarga na atividade física. Todo exercício em excesso pode causar graves lesões. 



Lesões
Cada tipo de pé possui uma tendência em causar determinadas lesões:

- Pé cavo: pisa em dois apoios, o calcâneo e o ante pé. Portanto, tende a ter dores nessas regiões e tendinites na lateral (tendões fibulares);

- Pé chato: geralmente tem tendinite do lado de dentro no tendão tibial posterior e muitas vezes pode causar a barra óssea, uma deformação que bloqueia a flexibilidade dos pés.


Tratamento
Ambos se tratados na infância curam com palmilha e fisioterapia, mas nos casos crônicos ou sem resposta ao tratamento conservador, é preciso uma investigação médica. Com a persistência do problema, algumas pessoas passam por uma cirurgia corretiva do pé.

Além disso, o uso do tênis adequado pode ajudar na prevenção e tratamento do problema. Com a finalidade de corrigir os excessos de pronação e de supinação que os diferentes tipos de pés apresentam, o calçado pode dispor de funcionalidades que visam diminuir o esforço muscular, evitar a dor e diminuir a ocorrência de lesões graves.



Existem três tipos de funcionalidades em um tênis:

- Amortecimento
- Controle de estabilidade
- Controle de movimento

Para saber qual o melhor tipo de calçado, procure um médico e faça uma análise geral do seu corpo.

O pé chato apresenta seu arco longitudinal medial com a curvatur diminuída. Isto altera a biomecânica da corrida pois provoca uma pronaçã excessiva do pé, o que entre outras coisas, diminui a eficiência do movimento de impulsão (quando a perna sai do chão). No pé cavo o arco fica mais acentuado e menos flexível, o que gera problemas na absorção de impacto e aumenta a pressão na planta dos pés na região próxima aos dedos e calcanhar." Raquel Castanharo, fisioterapeuta graduada e mestranda em Biomecânica na USPdor da corrida exercício. 



Alguns Relatos:
“Eu tenho pé chato e comprei um tênis achando que era apropriado para meu pés quando, na verdade, não era. Isso prejudicou meu joelho e fiquei com uma lesão. Comecei a me tratar e fiquei afastada da corrida. Eu não sabia da diferença até me machucar e foi horrível. Senti muitas dores.” Kauana Araujo

"Sempre pratiquei esportes na minha vida, tenho 43 anos e quando comecei a me empolgar com a corrida, descobri que não é só colocar uma roupa adequada, um tênis e sair correndo. Descobri que tenho a pisada supinada e a partir disso passei a me tratar e usar o tênis correto." Fábio Pena

"Sinto dor na parte de dentro do meu pé sempre que corro. Um amigo me falou pra eu ir no ortopedista porque pode ser tanto o tênis, quanto o formato do pé, que é bem chato." Eduardo Moreira
Fonte: Globo.com


VEJA TAMBÉM MATÉRIA PUBLICADA EM
4 MAI 2011

DIFERENÇA ENTRE PÉ CHATO E CAVO?










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário